Essa pagina depende do javascript para abrir, favor habilitar o javascript do seu browser! Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Óptica > Câmaras escuras
Início do conteúdo da página
Óptica

Câmaras escuras


Descrição do Experimento

Podemos construir uma câmara escura na forma de uma caixa com paredes internas opacas, com um orifício em um dos lados e uma superfície fotossensível (anteparo) na face oposta (a do orifício). A partir do princípio da propagação retilínea da luz é possível mostrar que os raios luminosos que provêm de um determinado objeto e passam pelo orifício da câmara são projetados no anteparo fotossensível, produzindo uma imagem real invertida (do objeto no anteparo).


Conceitos e Princípios Físicos Abordados

Pode-se abordar propagação retilínea da luz, princípio da independência dos raios luminosos, formação de imagens, funcionamento da máquina fotográfica e do olho humano. 


Materiais utilizados

  • Cartolina, papel cartão ou papelão (podendo ser aproveitada uma caixa de papelão)
  • Papel translúcido (podendo ser papel manteiga ou papel vegetal)
  • Cola
  • Tesoura ou estilete
  • Lente convergente (opcional)

Links Relacionados 

Artigos em português:

Artigos em outros idiomas:

Vídeos em português:

Vídeos em outros idiomas:

Fim do conteúdo da página